Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Negócios

Vendas do comércio capixaba para o Dia das Crianças devem crescer 3,4%

10 de Outubro de 2017 Autor: Redação CE

Vendas do comércio capixaba para o Dia das Crianças devem crescer 3,4%

A expectativa para as vendas do Dia das Crianças no comércio capixaba é positiva, segundo as previsões da Fecomércio-ES. De acordo com uma estimativa feita pela entidade, o volume de vendas para a data, considerada a quarta mais importante para o comércio, deverá registrar crescimento de cerca de 3,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Mesmo que o nível de consumo das famílias esteja baixo e o endividamento tenha alcançado um alto índice, as crianças não devem deixar de ser presenteadas, conforme crê a entidade. De acordo com a Fecomércio, os produtos mais adquiridos nessa data serão dos segmentos de roupas e brinquedos. O valor desembolsado para o presente deverá ficar, na média, em torno de R$ 100, permanecendo o mesmo montante gasto nos últimos dois anos.

Em Linhares, as expectativas dos lojistas são mais moderadas que as da pesquisa. O gerente da D Brinquedos, Agnaldo Benedicto de Mello, acredita que o movimento da loja deve aumentar hoje, na véspera da data, e no próprio Dia das Crianças, já que o estabelecimento funciona em um shopping que abre as portas no feriado. Entretanto, resultados mais surpreendentes, em termos de vendas, são aguardados para o Natal, segundo o gerente.

Na Sapatico, loja do setor de roupas e calçados infantis, a previsão é de que o movimento de compradores também seja maior no Dia das Crianças em sua filial no shopping. O proprietário, Daniel Cesconetto Júnior, revelou que as vendas do ano passado, só no feriado, aumentaram 10% em relação a 2015, e ele espera repetir essa perfomance positiva neste ano. Assim como os demais lojistas, Cesconetto aposta que as vendas do próximo Natal deverão ser bem melhores que as do ano anterior. 

Mesmo que as expectativas estejam mais moderadas, o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio de Linhares, Ilson Alves Pessoa, espera ter bons resultados na data e ressalta que os proprietários estão com os estoques abastecidos para atender à demanda. 

Preços

Ainda segundo a sondagem da Fecomércio, os dois itens de maior preferência para presentear as crianças tiveram quedas significativas de preços. A roupa infantil, que em janeiro de 2017 acumulava uma inflação em 12 meses de 9,93%, passou a uma inflação acumulada de 2,5% em agosto. Já os brinquedos, que em janeiro registravam um acumulado de 6,95%, passaram à uma inflação acumulada em 12 meses de 1,16%.

A queda da inflação desses produtos é um fator que deverá contribuir para o crescimento das vendas nessa data, acredita a entidade.

FOTO: DIVULGAÇÃO/SAPATICO

 

 

 

 



    Comentários (0) Enviar Comentário