Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Economia

Economista de Linhares dá orientações sobre compras de Natal

11 de Dezembro de 2017 Autor: Caroline Pereira

Reprodução/ Agência Brasil Economista de Linhares dá orientações sobre compras de Natal Antes de ir às compras, o consumidor deve fazer um planejamento dos gastos em relação à quantia disponível

Quem passa pelas ruas do centro de Linhares e de outras cidades da região percebe que o movimento de pessoas está bastante aquecido. A proximidade das festas de fim de ano, em especial do Natal, e o pagamento de parte do décimo terceiro salário têm levado muitos consumidores às lojas. Entretanto, assim como qualquer decisão que envolve um considerável gasto de dinheiro, as compras natalinas requerem planejamento. O alerta é da economista linharense Melissa Modeneze.

“Planejamento é simplesmente pensar antes de fazer: escrevendo. O ato de escrever sobre o que se deseja fazer é um exercício fantástico. Aumenta em até 60% as chances de se obter sucesso”, explica a economista. 

De forma bem prática, ela aconselha a pessoa a colocar no papel todas as receitas (dinheiro disponível) e também todas as despesas (gastos) relacionadas ao período de festas. “Isso melhora a visibilidade. Depois, é só ir gerenciando. Só assim a pessoa não chegará no final do ano no vermelho”, diz. 

Os presentes

Nessa época, uma das principais preocupações das pessoas é conseguir presentear familiares e amigos. Para quem não abre mão de agradar a todos, a dica da economista é recorrer novamente à lista. “Decida quem irá ser presenteado, defina um valor máximo para cada presente e não ultrapasse os valores predeterminados. Se estiver sem condições, converse com os familiares. O melhor presente para todos é começar 2018 sem dívidas”, orienta.

Definidos os valores dos presentes, os próximos passos, segundo a especialista, é fazer boas pesquisas e evitar o parcelamento. Se as parcelas forem necessárias, a recomendação é dividir o mínimo possível, para não comprometer todo o orçamento de 2018.

No mais, uma boa sugestão para economizar e ainda garantir a diversão durante as festas é organizar um amigo secreto. “É uma forma de todos ganharem um presentinho sem comprometer o orçamento”, ressalta Melissa. 

Compras para a Ceia

Com o dólar em alta, os produtos natalinos consumidos na Ceia, que normalmente já têm preços elevados, estão ainda mais caros. Por isso, Melissa sugere que, durante as compras, a pessoa substitua os produtos importados por similares nacionais e de época, com preços mais acessíveis.

 

Além disso, vale ainda realizar uma ceia compartilhada, em que cada membro ou família participante colabora com um prato. “Assim, não fica pesado para apenas uma família. É importante calcular as quantidades para evitar desperdícios no outro dia”, aconselha a economista.   



    Comentários (0) Enviar Comentário