Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Cidades

“Adote Uma Lixeira”: primeiras unidades começam a ser instaladas em Aracruz

18 de Dezembro de 2017 Autor:

Renato Lana “Adote Uma Lixeira”: primeiras unidades começam a ser instaladas em Aracruz O “Adote Uma Lixeira” autoriza pessoas físicas ou jurídicas a doarem lixeiras para o município de Aracruz

Na manhã do último sábado (16), as primeiras lixeiras do programa “Adote Uma Lixeira” começaram a ser instaladas na cidade de Aracruz. Na ocasião, o bairro contemplado foi Barra do Sahy, que ganhou 15 unidades coletoras de lixo. A estimativa é que 400 novas lixeiras sejam instaladas em todo o município.

O “Adote Uma Lixeira” é um novo programa da Prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Transporte e Serviços Urbanos (SETRANS), que autoriza pessoas físicas ou jurídicas a doarem lixeiras para o município. Tais pessoas ainda poderão utilizar o espaço na lixeira para fixar adesivos contendo o nome e a logomarca do participante responsável pela instalação e manutenção da lixeira.

O projeto é uma forma de estimular a parceria entre público e privado, além de contribuir com a limpeza pública, aumento do número de lixeiras no município, conscientização da população sobre a importância do processamento regular do lixo e gestão compartilhada de resíduos sólidos. Além disso, o resíduo depositado nas lixeiras será recolhido pelo serviço de limpeza pública, conforme a legislação municipal. 

Como participar

Qualquer interessado em fazer parte do programa deverá abrir um protocolo na Casa do Cidadão, localizada na Rua Padre Luiz Parenzi, nº 710 – Centro de Aracruz, das 12h às 18h e aguardar o retorno da Secretaria de Transportes e Serviços Urbanos (SETRANS). 

"Minha Rua, eu amo! Eu cuido!"

No mesmo momento em que as lixeiras eram instaladas, Barra do Sahy e a comunidade de Santa Marta também eram beneficiadas com ações do Grupo de Ecoagentes do Programa de Educação Ambiental da Fibria e Portocel, em parceria com a Prefeitura Municipal de Aracruz.

 

Assim como o ocorrido com a comunidade de Vila do Riacho no dia 11 de novembro, um mutirão instruiu a comunidade local quanto a importância da coleta seletiva. Foram distribuídos panfletos informativos e revitalizados cinco “pontos viciados” de lixo e entulho. Eles foram limpos, cercados e ainda receberam mudas de plantas para deixar o local mais bonito e agradável.



    Comentários (0) Enviar Comentário